Caravana Feminista 2015

2015 é o ano da 4ª Ação Internacional da Marcha Mundial das Mulheres. A Caravana Feminista saiu da Turquia (Curdistão), no dia 8 de Março, e está a viajar pelo norte, sul, este e oeste da Europa, parando no Porto nos dias 12 e 13 de Outubro.

A Marcha Mundial das Mulheres está activa na luta das mulheres desde 1998, marchando até erradicar a raiz da violência e da pobreza nas vidas das mulheres. As estratégias que usamos têm como base a discussão e as alianças internacionais, reafirmando-nos através da resistência, da confrontação e da construção de alternativas ao modelo patriarcal, capitalista, racista, lesbofóbico e colonialista.

A caravana, através das nossas realidades como mulheres de diferentes idades, raças e classes, irá unir as mulheres que resistem contra a misoginia, austeridade, fascismo, patriarcado e todas as formas de violência contra as mulheres, incluindo a pobreza, na Europa.

Nós pretendemos construir alternativas feministas face à crescente imposição da realidade machista e militarista de forma a que todas possamos ter vidas dignas e pacíficas. Nós afirmamos: “Outro mundo é Possível!

Site da Caravana Feminista

Caravana Feminista, porquê?

Porque há demasiadas opressões que dividem as mulheres e as lutas das mulheres no mundo e devemos unir as nossas lutas, reivindicações, realidades e estratégias à escala local, regional e global.

Porque não há recursos suficientes à disposição das mulheres para que se conheçam as nossas histórias de opressão e resistência e, por isso, devemos documentar as nossas próprias vidas para resistir juntas!

Porque devemos visibilizar as alternativas de vida e de resistência ao capitalismo e à realidade patriarcal, criadas por mulheres que insurgem a sua voz para afirmar alto e claro “um mundo melhor é possível!”

Porque a pobreza, a xenofobia, o racismo, a crescente perda e privação dos nossos direitos, a austeridade, o aumento do fascismo, tornam a vida para as mulheres inviável e devemos visibilizar estas opressões transversais para poder unir e fortalecer as nossas resistências e lutas de libertação.

Porque a nossa diversidade é a nossa força. Temos que continuar a trabalhar em solidariedade, comunicando as nossas alternativas feministas ao mundo e às companheiras do nosso movimento, construindo as nossas redes e fortalecendo as nossas alianças e as nossas práticas políticas feministas.

Nenhuma mulher será livre até que todas sejamos livres!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s