“Anita aprende a ser mulher”

Quiarta   29  >  21h  > [performance teatral]  >  Confraria Vermelha

Por Leonor Rodrigues e Márcia Gomes

São poucos os nomes femininos que se preservaram na história da literatura e o resultado é um registo histórico e lírico masculino e, muitas vezes, machista.
De que forma essa perspectiva unilateral afeta o dia-a-dia dos homens e mulheres? De que forma condiciona as suas escolhas e, principalmente, a forma como se julgam a si próprios?
Através de textos de vários autores considerados marcantes para a literatura, alguns deles preservados no Plano Nacional de Leitura, bem como de histórias pessoais de várias mulheres, Leonor Rodrigues e Márcia Gomes atravessam as consequências dos longos e pesados anos distorcidos pela visão exclusiva do homem.


Entrada gratuita. Caso desejes, poderás fazer um donativo para nos ajudares com os custos do Festival (transportes, impressões, etc).

Em todos os eventos do Festival Feminista do Porto poderá ser feita a entrega de produtos de higiene íntima (tampões, pensos, colectores, etc), que serão posteriormente distribuídos em colaboração com a Slut Walk Porto e o Centro de Apoio ao Sem-Abrigo.

No caso de precisares de apoio com crianças para poderes comparecer a algum evento, por favor, escreve para festfeminista.porto@gmail.com, indicando o evento em questão.

Anúncios